Donald Glover

Por anos, o grande objetivo de Community e seus fãs era que a série alcançasse as seis temporadas e um filme. A série só cumpriu a primeira parte da previsão, mas… a que custo?

A série sempre esteve envolta em problemas, incluindo a demissão do seu criador, Dan Harmon, durante a quarta temporada…. para ser readmitido na quinta temporada. E este foi apenas um dos problemas de uma série que sempre foi superestimada.

E não sou eu que estou falando isso. O próprio Harmon reconhece os problemas da série.

Porém, para ele, o que marcou o início do fim de Community foi a saída de Donald Glover do elenco. Chevy Chase foi sim uma baixa ao sair no final da quarta temporada, mas a saída de Glover, que aconteceu poucos episódios depois, afetou muito a série:

 

“Tive que me convencer que a saída de Donald Glover não era a morte da série, mas agora que tudo acabou, acredito que estamos de acordo que realmente foi”.

 

Ao menos Harmon conseguiu convencer Glover a amenizar sua saída, já que o criador de Atlanta participou de vários episódios da quinta temporada de Community para encerrar o arco do seu personagem.

Muitos afirmam que a quinta temporada da série foi melhor que a quarta temporada, apesar da ausência de Troy, mas muito longe de recuperar a qualidade do passado, ainda mais com Abed ficando órfão sem o seu melhor amigo. E a sexta temporada no Yahoo! foi como se ela não existisse.

Aliás, eu duvido que Glover se arrependeu de sua decisão. Na época de sua saída, eu fui um dos que declarou abertamente que esta foi a melhor decisão que ele poderia tomar, e que ele estava pulando do barco antes dele afundar de vez.

E o tempo me deu razão: Atlanta é um sucesso, ele está no elenco do spinoff de Han Solo, participou em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, e é um dos profissionais de maior prestígio em Hollywood hoje.

Harmon afirma que, se estivesse na pele de Donald Glover, ele tentaria “comer a lua”, em uma analogia sobre as possibilidades que ele tem para a sua carreira, e que ele não saberia como as coisas aconteceriam se ele não tentasse fazer do jeito dele.

E Glover tentou. E deu certo.

E isso porque não falei sobre a carreira de Glover como rapper. No ano passado, ele lançou o seu terceiro álbum de estúdio, Awaken, My Love! Também não falamos que ele tinha apenas 23 anos de idade quando Tina Fey o contratou para ser um dos roteiristas de 30 Rock.

Quase dez anos se passaram desde então. E ele ainda está em direção ao topo.