dads-fox

Uma das novas comédias da Fox sequer estreou, mas já está com os seus problemas para resolver. Apenas duas semanas depois dos produtores de DADS se colocarem na defensiva no TCA Press Tour por causa das piadas “de gosto duvidoso” (para dizer o mínimo) apresentadas no piloto, o Media Action Network for Asian Americans emitiu um comunicado, questionando a produção da série se as cenas consideradas “racistas” por eles serão regravadas antes de sua estreia.

A carta é assinada por Guy Aoki, presidente e fundador do MANAA, e é endereçada diretamente para o CEO da Fox Entertainment, Kevin Reilly, e para outros executivos relacionados à divisão de comédia do canal. Segundo o THR, a carta tem uma mensagem direta:

Nossa comunidade não pode continuar a ser alvo de piadas racistas e insensíveis. A Fox tem a oportunidade de consertar os erros do piloto e melhorar as chances da série obter sucesso na sua estreia – marcada para o mês de setembro. Nós questionamos se vocês vão refilmar as cenas inapropriadas do piloto. Considerando o consistente feedback de nossa comunidade e críticos de TV em geral – e o fato dos criadores da série dizerem que não necessariamente definiram esses personagens, nem fecharam com os atores que gravaram o piloto – isso (de gravarem um piloto sem ter tudo definido) me parece ser uma medida de um acéfalo.

De fato, o promo disponibilizado pela Fox possui claros esteriótipos racistas e sexuais em relação aos asiáticos (falamos sobre isso no SpinOff Podcast de análise das novas séries da temporada 2013-2014). Em diversos momentos, a atriz Brenda Song veste uniformes de estudantes asiáticas, que nada mais é do que um fetiche mundialmente conhecido. No caso de DADS, esse fetiche é usado pelos personagens principais para convencer os executivos chineses a fecharem negócio com eles.

Além disso, a personagem de Martin Mull por diversas vezes chamam os asiáticos de “orientals”, algo que também é considerado ofensivo pela comunidade asiática norte-americana. Uma das piadas mais ofensivas do piloto de DADS (segundo o grupo que acusa a série de racismo) foi o mesmo personagem de Martin alertar o seu filho que ele não pode confiar nos chineses. Sem falar na piada infame do chinês mandando uma foto do seu pênis para a personagem de Song, que obviamente, diz “como é pequeno”.

Algumas pessoas simplesmente podem dizer que “é apenas humor”, e que fazemos piadas de português, argentino e corinthiano, e também rebaixamos todos eles. Outros vão afirmar que, de fato, as piadas são de péssimo gosto, e que a Fox deveria mesmo repensar o assunto.

Já eu… acho DADS uma grande porcaria sem ver o piloto.

Via