Cruel Intentions

A sequência de Cruel Intentions no formato de série pode não ter recebido uma encomenda de série por parte da NBC, mas isso não quer dizer que o canal desistiu do projeto (se bem que ainda dá tempo).

Durante uma conferência telefônica com jornalistas, o CEO da NBC, Robert Greenblatt, afirmou que o projeto de Cruel Intentions ainda está em consideração e avaliação, afirmando que o canal já contava com muitas séries encomendadas e/ou com estreias agendadas na grade de programação. Além disso, o executivo informou que esta série é bem diferente de tudo o que o canal está exibindo nesse momento na sua grade de programação, o que dificultaria um hipotético encaixe da mesma grade.

Por fim, concluiu dizendo que a NBC gostou do que viu, mas ainda discutem como eles tentarão encaixá-la na programação. Fontes do canal informaram ao TVLine poderia tentar ainda uma estreia da série para a summer season, o que poderia exigir mudanças no orçamento da produção.

Pode até ser que Cruel Intentions seja uma série pelo menos boa. Mas em uma temporada onde os reboots e os remakes estão mandando (quase no modo ‘sem medo de ser feliz’), não precisamos de mais uma adaptação (ou, nesse caso, sequel) na TV. Eu pelo menos não preciso. Já basta todos os outros que serão exibidos pela Fox.