brandon-hantz-jeff-probst

ATENÇÃO! Esse post contém spoilers do episódio S26E05 de Survivor

Todo mundo sabe o quanto eu gosto de Survivor. Sigo acreditando que muito mais que um reality show, o programa segue sendo um estudo do comportamento humano sobre a pergunta mais clássica do capitalismo: “o quão baixo um ser humano é capaz de ir para ganhar US$ 1 milhão?”. Pois bem, o último episódio exibido do programa da CBS mostra o quão baixo um mesmo ser humano pode ir para NÃO ganhar US$ 1 milhão.

Brandon Hantz, o surtado. Bom, surtado é o estado normal dele. Poderia chamá-lo de bipolar, pois provavelmente esse vai ser o diagnóstico dele quando for diagnosticado por algum profissional de saúde. Seja como for, Brandon conseguiu dois objetivos muito importantes. O primeiro é entrar para a história de Survivor, tal como aconteceu com o seu tio, o lendário Russell Hantz. Mas não pelo modo mais “nobre”, por assim dizer. O segundo é por ser o primeiro eliminado da história do programa a não ter a sua tocha apagada. O motivo? Ele surtou. Completamente.

Tudo começou no início da temporada, quando Phillip, “O Especialista” (de araque) conseguiu uma aliança de seis pessoas logo de cara. Brandon, como todo garoto mimado (e surtado) que se preze, tentou se infiltrar na aliança dos “Sorrateiros” (Phillip deu esse nome à sua aliança de seis pessoas…).

Como Brandon sabia que a missão de convencer Phillip não era das mais fáceis, e temia ser eliminado a qualquer momento, alternou o seu comportamento entre “estou fazendo isso pelos meus filhos” e ” vou mijar no arroz e feijão deles”. A cada momento, ele estava mais próximo do colapso.

Que apareceu quando Brandon descobriu que Phillip estava pensando em “entregar” um desafio de imunidade para eliminá-lo. Horas depois dos dois apertarem as mãos dizendo “está tudo bem”.

Brandon perdeu o pouco de sanidade que tinha, e praticamente cumpriu com o prometido, acabando com o esto que de comida de uma tribo inteira (jogando arroz e feijão fora), quebrando cadeiras de praia e chamando Phillip para a briga. Mas o pior ainda estava por vir.

Em um desafio da imunidade que não aconteceu, Brandon falou todas as “verdades” que estavam engasgadas. Primeiro, aconselhou a tribo adversária a não tornar Phillip um finalista do programa. Depois, disse que Phillip não era nada além de um “Boston Rob wannabe“, afirmando que o soldado raso de 100 anos de idade (palavras de Brandon) só chegou na final de sua primeira participação em Survivor porque o próprio Boston Rob quis. Por fim, quando Phillip falou da família de Brandon, a coisa quase foi para a agressão física.

Jeff Probst, como não queria ver sangue, decidiu aceitar a oferta da tribo dos favoritos (desistir do desafio de imunidade e entregar a imunidade para a tribo adversária, apenas para eliminar Brandon), e fez o conselho tribal ali mesmo, eliminando Brandon no ato, em uma votação quase instantânea.

Foi um dos finais de episódio mais bizarros de Survivor, e uma das eliminações mais lendárias. Pela primeira vez na história do programa, uma tocha não foi apagada após uma eliminação. Mas também, não foi preciso. O “show” de Brandon Hantz compensou tudo isso.