Estive presente hoje (04/05), no Hotel Emiliano, em São Paulo, para a coletiva feita com parte do elenco de The Big Bang Theory (CBS/Warner Channel), a convite da assessoria de imprensa da Warner Channel. Johnny Galecki (Leonard), Simon Helberg (Howard) e Kunal Nayyar (Rajesh) atenderam a imprensa por aproximadamente 50 minutos, e isso resultou em uma coletiva bem interessante, com momentos divertidos e alguns polêmicos, como toda boa coletiva deve ter. Abaixo, coloco alguns pontos interessantes que observei durante a coletiva.

A coletiva começou com um certo atraso (o que é normal), e com um importante alerta da moderadora: “façam apenas perguntas sobre a série”. Isso derrubou o esquema de quase todo mundo que estava presente na coletiva por um motivo simples: para perguntar da série, seríamos obrigados a perguntar sobre o final da quarta temporada, ou seja, há muito pouco o que perguntar. O objetivo da vinda do elenco ao Brasil era para promover o fim dessa temporada, que no Brasil, vai coincidir com a “Semana Clímax” do Warner Channel.

Porém, sobre a série, não há mais muito o que questionar, uma vez que a temporada está no final. Se ela estivesse no começo, seria bem mais fácil. E o que os leitores querem saber sobre os atores são detalhes sobre cultura pop, peculiaridades de suas atividades e projetos futuros, entre outras coisas que não estão tão ligadas à série. Isso “engessou” a coletiva, que poderia render bem mais. Mas, ainda assim, tivemos respostas interessantes.

Logo de cara, um momento constrangedor. A velha pergunta “vocês se consideram ícones nerds”? Ora, quem estudou um pouco sobre os atores sabe que eles já estão de saco cheio de responder essa pergunta, e sabe que a resposta é “não”. Pois é… Galecki fez a cara de “estou de saco cheio dessa pergunta”, alguns jornalistas riram (para quebrar o gelo, e porque sabiam da resposta), e Simon entrou na brincadeira dizendo “sim, nós somos”.

Depois, falando mais sério, Simon e Kunal disseram que não conseguem se ver como ícones nerds, e que jamais imaginavam que a sua pequena série iria tomar essa dimensão ao redor do mundo. Eles ainda se veem como caras normais, e eles se portam como tal: Kunal, bem descolado, em alguns momentos lembrando o Aziz Ansari (Parks And Recreation), em alguns trejeitos e no bom humor. Simon, espontâneo e o mais bem humorado, fez diversas piadas durante a coletiva, e Johnny, o mais calado dos três, mas com respostas mais centradas e completas.

Outro momento tenso foi quando Vana Medeiros (que estava fazendo a coletiva pelo Estrelando Séries, do R7.com) fez a sua pergunta. Diversas vezes fomos orientados para fazer perguntas apenas sobre a série. Bom… Chuck Lorre é criador/produtor de The Big Bang Theory, correto? Logo, falar de Chuck Lorre é falar de The Big Bang Theory, certo? Pois bem, Vana perguntou ao elenco como era a relação e o contato deles com Chuck Lorre, e emendou perguntando se todos os problemas gerados por Charlie Sheen afetaram a série deles de alguma forma.

Ou seja… as duas perguntas foram sobre a série. A mediadora interveio, pedindo para que fosse feita a próxima pergunta. Rolou um momento de tensão, pois a pergunta da Vana estava associada à série de alguma forma, mas que foi quebrado quando Kunal soltou um “Who is Charlie Sheen??” em tom de brincadeira.

Mais adiante, quando perguntado se os atores possuem alguma influência no processo criativo da série, eles responderam que não, nem mesmo no desenvolvimento dos personagens. Com isso, supomos que o contato dos atores com Chuck Lorre também é mais limitado. Digo “supomos” porque, infelizmente, eles não puderam responder a pergunta.

A coletiva segue. Fala-se um pouco mais dos acontecimentos da quarta temporada, e da inserção das novas personagens na série, principalmente Amy Farrah e Bernadette. Perguntados se elas voltam para a próxima temporada, a resposta foi “sim”, e adicionaram que não sai casório de ninguém antes do começo da quinta temporada (quem viu até o último episódio sabe do que estou falando).

Foi perguntado quando que Howard e Raj vão assumir o “relacionamento gay” deles na série, e os atores até levaram a pergunta mais ousada na brincadeira. Na sequência do tema relacionamentos, perguntei se a série está se encaminhando para um momento onde os quatro amigos iriam “se arrumar” com alguém (ou algumas das garotas da série), e a resposta foi que “é possível”, apesar de reconhecerem que eles ainda estão muito unidos como um grupo, e que ainda não se imaginam cada um na sua casa, cuidando da própria namorada.

Outro momento engraçado foi quando Caio Fochetto (Box de Séries) aproveitou o momento de sua pergunta para fazer uma piadinha oportuna. Vocês estão vendo esse sofá marrom do cenário da coletiva. E, no lugar aonde está a almofada cinza que você vê ao lado de Johnny Galecki, estava o próprio ator, quando Caio perguntou: “Quem é que deixou o Johnny sentar no lugar do Sheldon?”. O riso foi geral, Simon traduziu a piada para Galecki, que fazendo os trejeitos de Leonard, deixou o lugar vago, colocando a almofada cinza no lugar que você vê acima.

O nome de Jim Parsons ou de Sheldon não foi citado por parte dos jornalistas, e se ouvimos uma vez o nome dele por parte do elenco, foi muito. Nem mesmo a ausência de Kaley Cuoco (Penny) foi observada, mas no caso deles, sabemos que há uma grande incompatibilidade de agendas. Ontem mesmo, Cuoco estava no programa Lopez Tonight, além de outros compromissos comerciais dos dois.

Não houve nenhum spoiler sobre a quinta temporada, nem mesmo menções sobre participações especiais. Michel Arouca (Sériemaníacos) perguntou sobre o fato da série chegar ao episódio 100, e o sentimento que isso promove. A resposta de Kunal foi que jamais eles imaginavam que um piloto tão pequeno e com baixo orçamento poderia se tornar em uma série com alcance mundial. Questionados sobre a possibilidade deles direcionarem suas atividades para a parte de produção e direção de séries, Kunal e Simon preferiram optar apenas pela produção, enquanto que Galecki não optou por nenhum dos dois.

Uma das perguntas feitas no final da coletiva foi sobre a participação deles na Comic Con de San Diego, abrindo assim uma tendência das sitcoms estarem presentes no evento. Eles alegaram que até se assustaram pela quantidade de gente que possuem o mesmo comportamento que o deles na própria série.

Outras perguntas fugiram um pouco à regra estabelecida pela mediadora, como quais são os gadgets que eles usam no dia-a-dia (eu juro que não fui eu que fiz essa pergunta), e se eles adquiriram alguns hábitos nerds com os personagens da série. Isso até foi bom, uma vez que estávamos na rotina de só perguntar sobre a série.

A coletiva se encerrou com um breve momento para fotos, e uma saída rápida dos atores, com a escolta de um segurança, o que também é de praxe. A coletiva foi seguida de um ótimo almoço, na companhia de Vana Medeiros, Michel Arouca, Bruno Carvalho (Ligado em Série) e Fernanda Furquim (Nova Temporada/Veja), onde pudemos conversar sobre séries do passado e presente, alguns detalhes de nossas atividades nos veículos que escrevemos e outras amenidades.

Aproveito para agradecer ao pessoal da assessoria de imprensa do Warner Channel pelo convite para a coletiva, e ficamos na espera de novas oportunidades para outros eventos do canal.

Para quem quiser me seguir no Twitter: @oEduardoMoreira