movies_clark_gregg

Elenco e produtores executivos de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. subiram ao palco do Television Critics Association Summer 2013 para responderem perguntas sobre a série. Um dos mais requisitados foi o ator Clark Gregg, que na série, volta a interpretar o Agente Phil Coulson, e uma das perguntas mais feitas pelos jornalistas é “como resolver a questão da volta do seu personagem, uma vez que ele é dado como morto?”

A única coisa que eu posso te adiantar é que, em Os Vingadores, quem morreu foi qualquer outro coitado. Menos o Agente Phil Coulson. Mas eu explico isso mais para frente.

Gregg disse que até fez piada quando soube que voltaria a fazer Phil Coulson, depois de um certo “amigo Asgardiano” (em referência à Loki) ter encerrado a vida do personagem. E até para ele estava muito claro que Coulson estava morto. Então, meses depois, Joss Whedon ligou para ele e garantiu que tinha um bom plano para a volta do personagem. E isso foi o suficiente para Gregg aceitar o convite para a série.

Jeph Loeb, um dos produtores da série, acrescenta: “nunca faríamos uma série chamada ‘Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.’ sem Clark. Essa era a melhor forma de começar”. Loeb reforça que a Marvel se esforça em ser um único universo em diferentes mídias – revistas em quadrinhos, games, séries de TV e filmes, e que eles tentam dar continuidade à esse universo da melhor forma possível, mesmo que os fãs encontrem algumas contradições entre os eventos e acontecimentos.

Loeb também enfatiza que a série é para os novos e antigos fãs do universo da Marvel. “Nossa expectativa é que todos se sentem diante da TV nas noites de terça-feira para ver a nossa série”, completa.

Bom, sobre a morte de Coulson… ela não aconteceu. Bom, essa teoria já deve ter sido divulgada em outro blog, mas vale a pena reprisar aqui, uma vez que a audiência da internet é rotativa. E porque muitos de vocês certamente se esqueceram desse detalhe (e porque isso ainda está fresco na minha mente, pois revi o filme nesse final de semana).

Voltando ao filme Os Vingadores. Depois do ataque da turma de Loki à base aérea da S.H.I.E.L.D., onde o Agente Coulson “morre” ao sofrer um ataque de Loki, a turma dos Vingadores se ressente por essa morte, e decide ir para o contra-ataque contra o irmão de Thor. Por Phil.

Um pouco antes do filme ir para a porradaria, uma pequena cena envolvendo a agente Maria Hill (Colbie Smulders) e Nick Fury (Samuel L. Jackson) é a saída criada por Joss Whedon para trazer Coulson de volta. Repito: o que vem a seguir está no filme.

Maria Hill se aproxima de Nick Fury e afirma: “senhor, essas figurinhas (do Capitão América) estavam no armário de Coulson, e não com ele (ou junto ao corpo do morto, quando ele foi socorrido)”. Fury simplesmente responde: “eles precisavam de uma motivação”.

Vale lembrar que foi o próprio Fury que afirmou que os tais cards estavam com Coulson quando foi atacado por Loki.

Certo. Teorizando.

Fury forjou a morte de Coulson para incitar os Vingadores a contra-atacarem o inimigo comum. É sempre bom lembrar que o elo de ligação de todos os envolvidos é justamente o Agente Coulson. E também é bom lembrar que, diferente do que foi divulgado em outros blogs/sites, Maria Hill não sabia desse plano.

Ou seja… seja lá qual foi o truque que Fury utilizou, não envolveu o Coulson verdadeiro. Aí, podemos usar várias teorias: um coitado qualquer morreu em seu lugar (pouco provável), clones, duplicatas… vocês escolhem a solução. Fato é que a volta de Coulson não é nenhum absurdo. Só resta saber qual foi a mágica utilizada. Lembrando: a S.H.I.E.L.D. possui uma mega tecnologia, que por sua vez, foi fornecida por um dos mais próximos de Fury e Coulson: Tony Stark.

Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. estreia nos Estados Unidos em 24 de setembro. No Brasil, a série será exibida pelo Canal Sony, com um intervalo inicial mínimo de uma semana em relação à exibição original na ABC.

Via