Chris Cornell

 

Faleceu na noite dessa quarta-feira (17) o cantor e compositor Chris Cornell, aos 52 anos de idade. O músico liderou as bandas Soundgarden e Audioslave.

Seu agente, Brian Bumbery, define sua morte como “súbita e inesperada”, chocando a sua família, que pede privacidade nesse momento. A causa da morte ainda não foi revelada.

Cornell comandou um show do Soundgarden horas antes de morrer. A banda estava em turnê nos Estados Unidos, que seria concluída em 27 de maio.

Chris Cornell fundou o grupo Soundgarden na década de 1990, sendo um dos pioneiros da cena grunge de Seattle. Levou Grammys com as canções Black Hole Sun e Spoonman.

O Soundgarden acabou em 1997, e voltou com nova formação em 2010. Durante esse tempo, Cornell foi o responsável pela música tema de 007 Casino Royale (2006), com You Know My Name.

Um pouco antes, em 2001, Cornell se uniu a três ex-integrantes do Rage Against the Machine (Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk) para fundar o Audioslave. A banda lançou três álbuns entre 2002 e 2006, e em 2005 se tornou segunda banda de rock a tocar em Cuba, em um show gratuito para 70 mil pessoas.

Cornell deixou o Audioslave em 2007, por conta de conflitos pessoais e diferenças musicais. Mas em janeiro de 2017, a banda se uniu novamente para protestar contra Donald Trump no que foi conhecido como “Baile Anti-inauguração”.

Cornell se envolveu também com o Temple of the Dog, criado em 1990, banda que reunia Jeff Ament (Pearl Jam), os guitarristas Stone Gossard e Mike McCready (Soundgarden), e Matt Cameron (que tocava nas duas bandas).

A banda foi formada para homenagear o vocalista do Mother Love Bone, Andrew Wood, falecido em 1990. Lançaram um disco em 1991, e em 2016 o Temple of the Dog fez cinco shows nos Estados Unidos.