katherine-heigl-greys-anatomy

Chegou a hora do perdão, Shonda Rhimes!

Com a morte de Derek Shepherd (Patrick Dempsey), Grey’s Anatomy (ABC) entra na sua 12ª temporada com menos da metade do seu elenco original tentando sobreviver na trama. Mas não precisa ser assim. Afinal de contas, Izzie Stevens (Katherine Heigl) ainda está viva no universo da série, já que não morreu (ou foi morta, ou algo do tipo), está apenas ‘desaparecida’.

E, para muita gente, essa é a melhor hora para Izzie voltar. Alguns até acham que isso realmente deveria acontecer.

Mas antes que você me chame de maluco, ou comece a procurar um psicólogo, vale a pena lembrar que tudo aqui é na base do hipotético, do palpitômetro. É mais a minha opinião do que uma certeza que tudo isso vai acontecer. E, particularmente, acredito que nada disso vai acontecer. Mas ainda assim rende um bom post.

Nesse momento, a carreira de Heigl está em uma encruzilhada. Saiu de Grey’s Anatomy para fazer carreira no cinema. E não rolou. Voltou para a TV como protagonista em State of Affairs (NBC). E não rolou também. Então… será que vale a pena tentar em uma nova série, como protagonista ou coadjuvante? Acho que não.

O caminho mais fácil seria ela voltar para Seattle. Voltar ao Seattle Grace Grey Sloan.

OUTER CIRCLE: JAMES PICKENS, JR., SARA RAMIREZ, CHYLER LEIGH, JUSTIN CHAMBERS, KEVIN MCKIDD, ERIC DANE, T.R. KNIGHT;  INNER CIRCLE: CHANDRA WILSON, ELLEN POMPEO, KATHERINE HEIGL, PATRICK DEMPSEY, SANDRA OH

Izzie não precisa voltar em tempo integral. Ela pode fazer um pequeno arco na série, tal como ela estava disposta a fazer em 2012.

Por outro lado, Grey’s Anatomy também vive uma encruzilhada. Vive o desafio da longevidade. O desafio de se manter interessante para a audiência, contrabalanceando com a necessidade de adicionar personagens novos na trama. E entendemos essas necessidades. Afinal de contas, é a vida que precisa seguir em frente.

Algumas adições deram muito certo – como por exemplo Callie Torres, Owen Hunt e Jo. Porém, a série ainda necessita de um pouco do sangue dos veteranos para conectar a audiência à série que eles viram lá atrás, e que aprenderam a amar. Nesse aspecto, a volta de Izzie pode ser mais que oportuna. Ainda mais com o fato de Alex e Jo estarem estremecidos no presente. Ou seja, nada melhor do que fazer as pazes com o passado, não é mesmo?

Mas tudo isso tem um obstáculo gigante (literalmente): Shonda Rhimes.

shonda-rhimes

Todo mundo sabe que Shondão fez com Heigl algo pior do que fez com Patrick Dempsey e tantos outros que morreram na série: deu para a moça a maldição do ostracismo na carreira. Isso mostra o quanto a relação das duas é estremecida. Também, pudera: Heigl reclamava de todo mundo, e na temporada em que ela ficou doente (incluindo alucinações sexuais com Denny Duquette), ela simplesmente recusou uma indicação ao Emmy Awards.

Mas o perdão é um sentimento nobre, e pode ser cultivado por qualquer pessoa, a qualquer momento. Inclusive por alguém com o coração tão gelado como Shonda Rhimes. Na última temporada, ela trouxe de volta Isaiah Washington, que fez coisa muito pior nos sets de filmagens da série. Logo, pode fazer o mesmo com Heigl.

Então, titia Shonda… o perdão é uma coisa boa, e pode resultar em algo muito interessante. Para Grey’s Anatomy, e para boa parte da audiência da série.