American-Idol-2013-judges

A Fox quebrou o silêncio sobre a pior temporada de American Idol em sua história. Durante uma conferência telefônica com jornalistas antes do evento de upfront que acontece hoje (13), o Chairman da Fox Entertainment, Kevin Reilly, confirmou que mudanças vão acontecer, o que aumentam os rumores de uma demissão em massa (incluindo na bancada de jurados) e até a possibilidade de um reboot do programa.

Reilly negou que o problema do programa está nos seus 12 anos no ar, mas criticou algumas escolhas feitas pelos seus produtores (Ken Warwick e Nigel Lythgoe), e afirma que mudanças criativas devem acontecer. O executivo afirma que já detectou quais foram os problemas dessa temporada, e que o formato do programa vai sofrer mudanças, para renovar a imagem de American Idol diante do telespectador.

Sobre a volta de algum dos antigos jurados para a bancada (vale lembrar que Paula Abdul esteve presente no programa de eliminação do Top 5 desse ano, o que levanta naturalmente uma cortina de fumaça sobre o assunto), Reilly nega, mas diz que estuda todas as possibilidades possíveis. Afirmou também que “provavelmente” essa bancada será composta por apenas três jurados na temporada 13, que estreia em janeiro de 2014.

A temporada 12 de American Idol perdeu 23% de sua audiência em relação à temporada anterior, caindo da posição #1 do país para ficar com um mero quinto lugar na média nacional. O programa, que por oito temporadas consecutivas foi o mais visto dos Estados Unidos, marca nessa temporada outro recorde negativo: a mais baixa audiência de um episódio do reality desde a sua estreia, em 2002 (11 milhões de espectadores, no episódio de performances de Top 4 – segunda tentativa).

Por fim, o executivo da Fox afirma que a única notícia que é oficial é a saída de Randy Jackson da bancada de jurados, e que a reformulação de American Idol começa “na manhã da sexta-feira do dia 17 de maio”, logo após a final da atual temporada.

Traduzindo: cabeças vão rolar.

Via EW.com