A principal notícia do dia de ontem (05) foi o anúncio da CBS em exibir um episódio de Elementary após o Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano da NFL. O anúncio é importante pois, em via de regra, o jogo em si e o programa que imediatamente é exibido depois do jogo são as duas maiores audiências do ano na TV norte-americana, e mesmo que a série pós Super Bowl não seja a segunda maior audiência, vai ser uma das maiores em toda a temporada.

Acontece que muitos começam a se perguntar se a escolha da CBS foi a mais acertada. Não vou aqui opinar meu posicionamento. Vou lançar os fatos, e você deixa os comentários aqui nesse post, ok? Acho que vai ser menos polêmico dessa forma.

Elementary foi vista por desconfiança por alguns colegas da crítica especializada, pois seria a versão norte-americana da aclamada masterpiece britânica da BBC, Sherlock. Muitos acreditavam que a versão nova-iorquina iria construir demais a essência do personagem e da própria história de Sherlock Holmes em si (afinal de contas, Watson é uma mulher em Nova York), e até mesmo Sue Vertue, da empresa que produziu Sherlock, afirmou que que acompanharia a produção do piloto da CBS de perto, para “eventuais infrações de direitos autorais”.

Para surpresa de muitos, a versão da CBS não se aproxima absolutamente em nada da versão da BBC, e o piloto norte-americano foi muito bem recebido pelo público, e até com elogios pela crítica. Com apenas cinco episódios exibidos, mantém uma consistente média de audiência de 10.5 milhões de espectadores, com uma demo de 2.2 de público entre 18-49 anos. É líder de audiência no seu horário das 22h (costa leste dos Estados Unidos) nas noites de quinta-feira, e já garantiu uma temporada completa de, pelo menos, 22 episódios.

Agora, a série fará o episódio pós Super Bowl.

Por outro lado, desde 2007 (Fox, House, M.D.), a série/reality que é exibida após a final da NFL não consegue reter a audiência do passado. Antes, facilmente uma série conseguia segurar 1/3 das pessoas que ficaram mais de 4h assistindo ao Super Bowl. Alguns fenômenos aconteciam, como Friends, que reteve 46% de toda a audiência do Super Bowl para ver o seu episódio duplo (The One After the Super Bowl). Mas nos últimos anos, se uma série conseguem manter 1/4 da audiência total do grande jogo (25%), já é considerado um sucesso. Glee, por exemplo, não conseguiu fazer isso, e o mesmo aconteceu no ano passado, com The Voice (NBC).

A culpa não é das duas séries. Hoje, a concorrência é muito maior entre os canais de TV. A TV aberta concorre com a TV paga, e as alternativas são muitas. As pessoas acabam indo buscar outros focos de interesse depois do jogo, como procurar os canais esportivos para ver a cobertura pós-jogo, sair para comemorar o vencedor, ou até mesmo ir dormir, pois o dia seguinte é uma segunda-feira. Isso é, se o torcedor não for para a internet, acompanhar a repercussão da final em sites especializados e redes sociais.

E a pergunta que fica é: será que Elementary está com esse gás todo para mudar uma tendência que prevalece nos últimos cinco anos, e ficar com pelo menos 25% do Super Bowl? O que você acha?

Deixe a sua opinião na área de comentários desse post.