Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, produtores da EON Productions e Metro-Goldwyn Mayer, anunciaram que Bond 25, o projeto para o próximo filme baseado em James Bond 007, estreia em 8 de novembro de 2019.

Também está confirmado que Neal Purvis e Robert Wade serão os roteiristas do filme, que estão no projeto de 007 desde que Daniel Craig assumiu o papel principal (Casino Royale, Quantum of Solace, Skyfall e Spectre). Esse pode ser um forte indício que Craig deve continuar como James Bond.

O The New York Times já afirma que Craig continua como Bond, através de fontes anônimas. Um anúncio ofical seria feito em breve.

Por outro lado, Craig já afirmou que está cansado de James Bond, apesar de nunca manifestar o desejo de abandonar o papel. Seu contrato prevê mais um filme na série, mas nenhum estúdio quer um James Bond descontente.

Há quem diga que foi oferecido à Craig uma renovação de contrato para mais dois filmes, no valor de US$ 150 milhões limpos para o ator. Além disso, os produtores já afirmaram que não planejam substituí-lo, e a manutenção dos roteiristas é uma prova disso.

Uma troca de ator significa um reboot na série, e o normal nesse caso é buscar um novo time criativo. Logo, seria precipitado produzir um reboot na saga quando comunicaram oficialmente que Bond 25 estreia em novembro de 2019.

 

 

Veremos um dia um James Bond negro? Ou uma Jane Bond?

 

 

Os rumores sobre um novo rosto para James Bond cresceram desde que Craig manifestou seu cansaço com o papel. Vários nomes foram ventilados, sendo que os mias fortes são Idris Elba, Damian Lewis e Tom Hardy, este último o favorito de Christopher Nolan, que já manifestou o seu desejo de dirigir um filme de James Bond.

Mas… a grande pergunta é: veremos algum dia um ator negro ou uma mulher na pele de James Bond?

Emilia Clarke ou Gillian Anderson já se candidataram, e Chris Hemosworth lançou o nome de Charlize Theron como opção.

Barbara Broccoli acredita que uma Jane Bond ainda é possível, mas é algo que não é considerado nesse momento por eles. Ela considera Craig essencial para todo o processo atual da franquia.