laverne_cox_orange_is_the_new_black

Bem sabemos como os serviços de streaming de vídeos se tornaram populares nos últimos anos. Netflix e Amazon são os mais destacados, oferecendo produções originais que não devem nada às séries exibidas pela TV aberta e paga. Porém, como medir o quanto de pessoas estão assistindo essas séries?

Apesar dos dois serviços não considerarem a audiência algo relevante, a curiosidade existe, e a Nielsen quer eliminar as dúvidas. O serviço que hoje mede a audiência da TV tradicional planeja implantar um sistema que, através do áudio, consegue identificar os programas assistidos no formato de video-on-demand.

Por enquanto, o sistema não vai incluir smartphones e tablets, principais responsáveis pelo sucesso dos sites de streaming, e ficará limitado à menor parcela dos telespectadores, que consomem esses vídeos pela TV ou no computador. De fato, a Nielsen quer ser capaz de oferecer aos canais de TV e estúdios os índices de audiência dos seus programas em streaming, dando assim condições desses veículos avaliarem se vale a pena ou não oferecer suas produções na internet.

Com isso, eles serão capazes de dizer quantas pessoas assistem cada programa, e qual site tem maior audiência. Além disso, é possível avaliar também como estão os hábitos migratórios do telespectador, que deixa de ver séries na frente da TV para assistir em outros dispositivos. Quem sabe isso não estimula também aos canais e produtoras a mudarem a perspectiva de como manter uma série no ar.

Mesmo que seja pela internet.

+info