Um dos motivos de orgulho para a Fox são as suas noites de terça-feira nos Estados Unidos. Tanto que Glee se recuperou da queda da semana passada e Raising Hope só sobe na audiência. Glee registrou 11,6 milhões (com 4.9 nas preliminares da média dos adultos entre 18-49 anos). O episódio contou com a participação especial de Gwyneth Paltrow, e teve aumento de 7%. Já Raising Hope marcou 6,1 milhões (2.7), com aumento de 8%, e é a melhor média de audiência desde o segundo episódio da temporada da série. Como vocês bem sabem, em virtude da pausa de Running Wilde, a Fox está reprisando Raising Hope no horário das 9.30 p.m.

A CBS também foi muito bem com os seus dramas. NCIS marcou 19,4 milhões (3.9) e NCIS: LA ficou com 15,8 milhões (3.3). The Good Wife venceu no seu horário (10 p.m.), com 11,7 milhões (2.2). A NBC enfrenta contrastes nas suas produções. The Biggest Loser registrou 6,9 milhões (2.5), com aumento de 4%, enquanto que Parenthood marcou 4,8 milhões (1.8), com queda de 14%, sendo a audiência mais baixa da temporada. De novo.

Já na ABC, sinal amarelo mais que ligado para No Ordinary Family, que registrou 6,7 milhões (1.7), com queda de 23%. É a audiência mais baixa da temporada, de uma série que gira atrás do próprio rabo, e de uma história que não evolui. Mas nem tudo foi triste no canal do Mickey: Dacing with the Stars – results show marcou 17,2 milhões (3.3), e Detroit 1-8-7, que ainda luta pela própria sobrevivência, registrou 8.4 milhões (1.8), subindo pouca coisa na audiência.

Por fim, no mundo da CW, One Tree Hill marcou 1,9 milhões (0.9) subiu pouca coisa, e Life Unexpected marcou 1,4 milhões (0.6), caindo pouca coisa.

Fonte