greys-anatomy-heartbreaker-set-comparison

Coincidência? Tem gente duvidando disso. A NBC tenta de novo ganhar audiência no esquema ‘vou no vácuo dos outros’ com Heartbreaker, que é vendida como ‘o drama médico com uma única protagonista’. Porém, as comparações com Grey’s Anaotmy (ABC) são inevitáveis, e já surpreendem os olhos mais atentos.

Seria Heartbreaker uma paródia da série de Shonda Rhimes? Uma homenagem? Ou um ato desesperado para ganhar audiência? E por que a série é listada como uma ‘comédia’? Quem pode responder essas perguntas?

Bom, enquanto Heartbreaker não é formalmente acusada de plágio, é possível detectar em um simples promo várias referências à Grey’s Anatomy. Vejamos:

1) A protagonista loira é uma espécie de ‘doppleganger’ de Meredith Grey. Na verdade, é uma espécie de ‘filha bizarra’ de Meredith com Cristina Yang e Miranda Bailey.
2) O plot dos internos do primeiro ano que ela supervisiona (o começo de Grey’s Anatomy mostra exatamente a mesma coisa).
3) O plot ‘super original’ de um personagem secundário tocando o coração de um paciente com as mãos, fazendo o que fosse possível para mantê-lo vivo (algo já utilizado na segunda temporada de Grey’s).
4) As conexões românticas, obviamente estilizadas para se parecerem com aqueles apresentados em Grey’s Anatomy. No minuto 1:24 do promo, isso fica evidente.
5) As patenteadas baladas no estilo indie-rock, que já nos acostumamos a ver nos finais de episódio em Grey’s aparecem no final do promo de Heartbreaker.
6) O cenário, altamente identificável para os telespectadores acostumados com Seattle Greace.

Ou seja, todos esses elementos são familiares para aqueles que acompanham a série de Shonda Rhimes nos últimos anos. Por outro lado, em contraste com o multiculturalismo e diversidade apresentado em Grey’s Anatomy, Heartbreaker não apresenta personagens negros ou asiáticos. Talvez isso faça com que a série da NBC não se torne uma cópia carbono da série da ABC, mas fica bem claro que eles tentaram ao máximo buscar as similaridades.

Vale lembrar que Heartbreaker é inspirada na vida real da renomada cirurgiã Dra. Kathy Magliato, e que a sua roteirista, Jill Gordon, é responsável por excelentes séries, como Laverne and Shirley e The Wonder Years. Porém, não escreve para a TV por mais de duas décadas. Será que ela perdeu a mão? Ou será que é tudo ‘mera coincidência’?

O mais bizarro? Hearbreaker tem como produtora executiva Amy Brenneman, que interpretou Violet no spinoff de Grey’s Anatomy, Private Practice. Será que veremos referências das séries da ABC em algumas piadas na série da NBC?

E a pergunta principal que fica é: a NBC pode dar as respostas para as perguntas lançadas nesse post, ou simplesmente ‘liberou geral’ para fazer uma cópia de Grey’s Anatomy, na esperança que a audiência compre a ideia?

Vamos aguardar. Já tem gente mais confusa do que na época em que Izzie Stevens tinha uma doença onde ela via um morto. E olha que Heartbreaker nem estreou.