2016-2017

A NBC venceu a temporada 2016-2017 na audiência qualificada (demo 18-49 anos) entre os principais canais abertos dos Estados Unidos. É a terceira vitória do canal em quatro anos.

Mas não foi fácil para o canal do pavão. Para triunfar, precisou ter um megahit inesperado (This Is Us), duas noites de futebol americano e mais de 50 horas de The Voice. Em compensação, tudo isso fez com que a missão dos outros quatro grandes canais abertos em conquistar o topo fosse algo simplesmente impossível de ser alcançada.

A história da temporada 2016-2017 da TV norte-americana tem peculiaridades. Mesmo com audiências enormes com a World Series e, principalmente, o Super Bowl, a Fox ficou na segunda posição no ranking final, que praticamente está inalterado a algum tempo.

Mesmo assim, vamos listar o que podemos aprender com os números dessa temporada.

 

 

1. Eventos esportivos ainda fazem toda a diferença

 

Apenas ABC e CW não contam com eventos esportivos de forma regular no seu horário nobre (a ABC ainda exibe as finais da NBA, mas não a temporada toda). A NBC perdeu 19% de demo sem as coberturas jornalísticas e esportivas, mas ainda se mantém como líder apenas com o entretenimento. Por outro lado, seguindo a mesma métrica, a queda da Fox foi de 32%, o que a colocaria na quarta posição. E sim… Deus abençoe o Super Bowl.

Que fique bem claro: o futebol americano manda hoje na TV. E é justamente a NFL que incentiva os canais a exibirem mais eventos esportivos ao vivo no horário nobre. Simplesmente porque a retenção de audiência é maior do que a de uma série, já que falamos de um evento ao vivo.

 

2. Não é fácil se manter no topo

 

The Voice pode ser a galinha dos ovos de ouro da NBC, mas por incrível que pareça não é o reality mais visto da temporada, ficando atrás de The Bachelor (ABC). Aliás, o programa de namoro que tem 15 anos de vida é um dos poucos programas na TV que ganham audiência qualificada ano após ano, com uma demo 18-49 anos de 3.1.

Aliás, The Voice não é mais a maior demo da NBC. No melhor cenário, empata hoje com This Is Us, o drama mais visto da temporada, desbancando Empire (Fox) em mais de 10%.

Já The Big Bang Theory (CBS), que perdeu 15% de demo nessa temporada, ainda é a comédia mais vista e a série mais vista dos Estados Unidos na audiência total.

 

 

3. Ainda podem aparecer novos megahits

 

Com uma média de demo 18-49 anos de 4.8 e audiência geral média de 15.3 milhões de telespectadores, This Is Us (NBC) é o primeiro grande megahit da TV desde 2015 (Empire). Deu mais audiência que The Voice, mesmo recebendo audiência do reality musical.

Outros canais tiveram seus casos de sucesso, apesar de serem mais modestos. Designated Survivor (ABC) terminou a temporada como uma das 10 séries mais vistas; a Fox tem cinco das 15 séries novoas mais vistas, e Bull (CBS) conseguiu impressionantes 15.5 milhões de telespectadores na média (ao vivo + DVRs).

 

 

4. O futuro é do streaming

 

Ano após ano, a TV perde várias séries. E perde muita audiência para o streaming.

Um exemplo claro é a CBS, que teve 54% de ganho nos seus números quando os dados de audiência incluíam a plataforma de streaming CBS All-Access. A NBC também registrou 35% de aumento, onde o caso mais explícito foi o de This Is Us, que registrou uma demo no piloto de 7.4 quando incluiu os números de visualizações online.

Por fim, a Fox recentemente uniu forças com a Viacom e a Turner para oferecer um novo serviço de streaming para sua audiência mais jovem. Sem falar na CW, que com o CW Seed aumentou o número de horas em que suas séries foram vistas em 111% em apenas um ano.

 

 

Média final da audiência na temporada 2016-2017 (e as mudanças em relação à temporada 2015-2016)

 

 

demo 18-49 anos
1. NBC – 2.1 rating (-5%)
2. Fox – 1.9 rating (estável)
3. CBS – 1.8 rating (-22%)
4. ABC – 1.6 rating (-11%)
5. The CW – 0.7 rating (-11%)

audiência total
1. CBS – 9.6 million (-12%)
2. NBC – 8.1 million (-1%)
3. ABC – 6.2 million (-8%)
4. Fox – 5.8 million (-2%)
5. The CW – 1.8 million (-8%)