séries

Temos hoje muitas opções de séries, mas é impossível ver tudo. Nem todas estão ao nosso alcance, e não temos tempo para ver todas.

Mas algumas delas precisam ser conferidas por vocês, de qualquer maneira, por vários motivos.

Vamos sugerir séries novas ou com novas temporadas recém estreadas, abraçando diferentes serviços de streaming e canais, mas que sempre mostram o melhor da criatividade de Hollywood.

Você pode até não gostar de algumas pessoas, mas para quem está na dúvida sobre novas séries para começar, esse post acaba sendo bem útil.

 

 

Legion (FX)

 

Criada por Noah Hawley, é a série mais desconcertante do universo Marvel. Vale muito a pena se você gosta de temas psicológicos e, obviamente, dos personagens da Marvel. Vale lembrar que Legion é o nome de David Haller, filho de ninguém menos que Charles Xavier. Estreou em fevereiro e conta com apenas 8 episódios na primeira temporada.

 

 

 

Better Call Saul (AMC/Netflix)

 

O spinoff de Breaking Bad já está na sua terceira temporada. A série é baseada no advogado Saul Goodman, um personagem sui generis, e mostra como um spinoff deve ser de verdade. Seus criadores não estão com a menor pressa em contar a história de Saul, o que resulta em episódios bem detalhados.

Dear White People (Netflix)

 

A série é uma sátira que coloca à prova os seus princípios e privilégios como pessoa. Criada por Justin Simien, conta a história de um grupo de afro-americanos em uma escola de elite predominantemente branca. Seu humor inteligente e ácido mostra cada um dos personagens, em uma duríssima crítica ao racismo e vários outros temas, que só quem vive em uma realidade cheia de privilégios prega que tais temas são assuntos superados.

Taboo (BBC One/FX)

 

Criada por Steven Knight, Tom e Edward Hardy, estreou no começo de 2017 e é baseada em uma história da invenção do ator Tom Hardy, que é o protagonista da série. Ambientada em 1814, conta a história de James Delaney, que depois de passar dois anos na África, volta para uma Inglaterra estável, por causa da morte do seu pai. É uma série dramática e obscura, com atuações espetaculares, principalmente de Hardy. Conta com apenas 8 episódios.

American Gods (Starz)

 

A grande recomendação para esse mês de inverno. É a adaptação da novela de Neil Gaiman, publicada em 2001. Ricky Whittle dá vida à Shadow Moon, um homem com vida complicada, que conhece o peculiar Mr. Wednesday, que na verdade é Odin, deus dos vikings. A série mostra que os deuses adorados pela humanidade existem, e estão perdendo terreno para os “novos deuses”: o dinheiro e a tecnologia.

Feud: Bette and Joan (FX)

 

Criada por Ryan Murphy, é mais uma antologia muito bem feita. Conta a história das estrelas de Hollywood, Bette Davis e Joan Crawford, interpretadas pelas geniais Jessica Lange e Susan Sarandon, e sua acentuada rivalidade durante a produção de um filme. A série dramática tem uma construção de roteiro como poucas. Tem tudo para ser muito premiada no Emmys 2017.

Rick and Morty (Adult Swim)

 

Criada por Justin Roiland e Dan Harmon, é uma das animações para adultos perfeita para assistir no fim do dia. Na atual terceira temporada, apresenta uma história hilariante, mas com profundas reflexões filosóficas e pérolas da ficção científica.

Sense8 (Netflix)

 

A série criada pelas irmãs Wachowski em parceria com J. Michael Straczynski foi cancelada na segunda temporada (recebendo posteriormente um episódio final com duas horas de duração, que estreia em 2018), e surpreende pela estrutura, temática e diversidade. É mais que recomendada por conta também de suas sequências visuais-musicais, com uma história bem intrincada.

Hot Girl Wanted: Turned On (Netflix)

 

A única série documental da lista. Produzida por Rashida Jones, Jill Bauer e Ronna Gradus, tem seis episódios e mostra como está o cenário da indústria de conteúdo pornográfico na era da internet, além das relações pessoais e dos perigos das plataformas virtuais. A perspectiva mostrada é totalmente imparcial, e por isso vale a pena ser conferida com maior atenção.

The Handmaid’s Tale (Hulu)

 

Série baseada na novela de Margaret Atwood e criada por Bruce Miller. Com 10 episódios, tem um elenco de peso: Elisabeth Moss, Joseph Fiennes, Yvonne Strahovski, Alexis Bledel e Samira Wiley, entre outros. A história acontece em uma distopia de ultra direita que impõe uma ordem onde apenas uns poucos são considerados privilegiados. O drama é narrado pela perspectiva de Offred (Moss), e entrega episódios onde você precisa ser forte para ver as situações apresentadas.

Steven Universe (Cartoon Network)

 

Uma animação criada por Rebeca Sugar, sendo a primeira mulher a criar e dirigir uma série para o Cartoon Network. Na quarta temporada de 25 episódios, a trama mostra o pequeno Steven Universe, que acompanha três cristais valiosos, que são seres alienígenas que vivem na Terra para proteger Steven e o planeta. Com o passar das temporadas, a série só se complicou no seu enredo, e é isso que tornou a série bem interessante.


Ficou faltando alguma série aqui? Deixe sua sugestão nos comentários.