brooklyn-nine-nine1

Todo ano é a mesma coisa: ficamos na frente da TV e do computador (ou tablet, ou smartphone), assistindo ao Golden Globe Awards, que nem sempre é a melhor premiação do ano (tá, nunca é), ficamos abismados/revoltados com alguns vencedores, comemoramos outros agraciados… e depois de tudo isso, entramos naquele processo de reflexão, para entender tudo o que aconteceu.

No ano passado, fizemos isso como Emmy Awards, e vamos repetir a dose esse ano. Esse post resume tudo o que aprendemos ao longo de três horas de premiação do Globo de Ouro. Lições que devemos guardar na mente, no coração, e que devem ser passadas para frente, para as próximas gerações. Algumas dessas lições servem apenas para que tais eventos nunca mais se repitam. Outas são para evitar vergonhas futuras mesmo.

Enfim… as lições que aprendemos com o Golden Globe Awards 2014: 

1. A melhor coisa do Golden Globes? Tina Fey e Amy Poehler apresentando, é óbvio!

2. Algo me diz que a dupla Fey/Poehler estava profundamente envolvida com os textos da premiação esse ano.

3. Nem sempre fazer um discurso emocionado é algo muito bom. Ainda mais quando você perde a maior parte do tempo gaguejando… não é, Jacqueline Bisset?

4. Behind the Candelabra roubou a cena em todas as premiações que disputou. E com méritos.

5. Michael Douglas teve um grande ano: se recuperou do câncer na garganta, ganhou vários prêmios e AINDA manteve o seu casamento com Catherine Zeta Jones intacto (ao que tudo indica), apesar dos pesares…

6. Elisabeth Moss levando prêmio por uma produção que NÃO se chama Mad Men. Isso diz alguma coisa para você?

7. Breaking Bad.

8. Breaking Bad ganhando (quase) todos os prêmios. Mais que merecido.

9. Walter White!

10. Heisemberg!

11. Bryan Cranston é foda por dar vida aos dois últimos itens.

12. O Globo de Ouro ainda pode te surpreender, e mesmo assim, você ficar (em partes) contente com isso. Exemplo: Jon Voight derrotando Aaron Paul.

13. Por outro lado, em um mundo perfeito, Aaron Paul JAMAIS perderia para Jon Voight nesse ano.

14. House of Cards deve levar todos os prêmios da temporada em 2015. Uma amostra disso foi Robin Wright vencer como Melhor Atriz de Drama.

15. Mas o ano de 2014 ainda é de Breaking Bad (desculpe, fãs de House of Cards – e saibam que eu gosto da série).

16. Como é bom ter amigos, né Andy Samberg? Fazer um papel de um personagem qualquer do SNL e ainda ganhar um Globo de Ouro por isso?

17. Amy Poehler ganhou pelo conjunto da obra, e não pela atual temporada de Parks and Recreation. Mesmo assim, é uma vitória merecida. Se bem que, em um mundo perfeito, venceria a Julia Louis-Dreyfus.

18. Modern Family foi completamente ignorada no Globo de Ouro, e isso, em uma de suas melhores temporadas.

19. Acabou o encanto dos jornalistas estrangeiros pela menina Lena Dunham? Ou será que isso nunca aconteceu?

20. Sério? Brooklyn Nine-Nine, a melhor série de comédia da temporada? É isso mesmo?

21. Bebidas e teleprompters defeituosos podem ser um grande problema em eventos ao vivo.

22. Mesmo que seja uma premiação injusta, o Globo de Ouro foi mais divertido que muitas outras que tivemos nos últimos 12 meses.