Hollywood

 

Peter Sunde é um dos co-fundadores do The Pirate Bay, e sua estadia na prisão não representou o fim dos seus problemas com os estúdios de Hollywood, que ainda exigem o pagamento de milhões em indenizações.

Isso já seria o suficiente para colocar qualquer um de nós em depressão profunda, mas Peter Sunde tem uma atitude bem diferente. Quando ele soube que tinha que pagar dívidas estratosféricas, ele ficou tranquilo, pois ele tinha a plena noção que jamais poderia pagar tais valores.

A dívida hoje está em 15 milhões de euros, mas só os juros anuais aumentam a dívida em valores que ele jamais poderá pagar, alcançando pelos cálculos de Sunde a marca de 500 milhões de euros.

Ele se mantém fiel aos seus princípios. Reafirma que, mesmo que tivesse o dinheiro, jamais pagaria um centavo à Hollywood, e mostra os estudos que apresentou nos tribunais em sua defesa que provam que não existe relação direta entre o compartilhamento de arquivos e o prejuízo direto dos seus autores, mostrando que em alguns casos essa prática gera mais lucro para seus criadores.

Ok, todos podem se basear em estudos para sustentar suas opiniões, mesmo que tenha que pagar para um estudo dizer aquilo que lhe interessa. Mas não deixa de ser interessante pensar no que sera viver uma vida inteira com uma dívida que jamais poderá ser paga.