Se você é fã das séries Community e Parks and Recreation, comece a se preocupar de forma mais efetiva com o futuro dessas duas séries. A presidente da NBC, Jennifer Salke, declarou esta semana para o Huffington Post que planeja uma mudança na mentalidade nas estratégias e objetivos das comédias do canal, e não está satisfeita com o fato das comédias que citamos nesse parágrafo se tornaram “cult”, mas com audiências baixíssimas.

Se você não sabe quem é atual presidente da NBC desde julho de 2011, é essa gatinha da foto abaixo.

Diferente do que o pai dos burros (a.k.a. Wikipedia) diz, Jennifer Salke assumiu a presidência da divisão de entretenimento da NBC (NBC Entertainment) em julho de 2011, substituindo Bob Greenblatt, o incompetente que aprovou The Cape. De qualquer forma, a moça afirmou com todas as letras que pretende modificar mentalidade de sua divisão sobre como o canal deve encarar o posicionamento de suas comédias no ar. Para Jennifer, a questão aqui não é ter apenas fãs fervorosos, mas também ter audiência. Afinal de contas, é o número de pessoas assistindo a série que faz com que a mesma fique no ar.

A frustração maior de Jennifer (segundo o Huffington Post) parece ser mesmo com Community, que tinha a sua estreia da quarta temporada marcada para o dia 19 de outubro, mas foi transferida para fevereiro de 2013. Detalhe: no Canadá (CityTV), a nova temporada estreia em janeiro.

Muito bem, vamos aos fatos. Eu adoro Parks and Recreation, The Office e 30 Rock, e passei a gostar muito de Community a partir da segunda temporada. E acredito que a maioria dos leitores do SpinOff.com.br também gosta de parte dessas séries citadas. Logo, o que vou dizer a seguir não é contra a série, mas sim baseado em fatos reais, em números e pesquisas de audiência. E que fique claro: não acho nenhuma dessas séries ruins. Pelo contrário: estão entre as melhores.

Porém… ninguém assiste essas séries nos Estados Unidos. E isso é fato constatado a, pelo menos, quatro temporadas.

Todas essas séries são exibidas nas disputadíssimas noites de quintas, que nessa temporada é mais concorrida que as noites de segundas nos Estados Unidos. Se olharmos lá para trás, na década de 1990 ou até mesmo no começo dos anos 2000, a NBC tinha motivos de sobra para ter blocos de comédia nas terças e quintas-feiras, pois eram dias que o canal simplesmente massacrava os demais. Hoje, o cenário é exatamente o inverso. A CBS é líder das noites de quinta, desbancando a ABC, que dominava o horário com a dobradinha Grey’s Anatomy e Private Practice, com uma estratégia que chega a ser “cruel”: transferiu a comédia mais vista dos Estados Unidos (The Big Bang Theory) para as noites de quinta, criando assim um segundo bloco de comédias na semana (o primeiro segue nas noites de segunda).

A NBC hoje perde em audiência nas noites de quinta até para a Fox, que no primeiro semestre exibe American Idol, e no segundo semestre exibe The X-Factor. Logo, o bloco de comédias da NBC não só não funciona mais, como em todas as séries, a sua audiência é menor que 5 milhões de espectadores, com uma demo 18-49 inferior a 1.5, na média. Ou seja, só assiste as comédias da NBC os fãs mais fervorosos. E mais ninguém.

E, no caso de Community em particular, é de conhecimento público que a NBC está querendo cancelar a série desde a temporada passada. Só não o fez por causa daquilo que a Vana Medeiros já disse: medo dos fãs fervorosos. Em qualquer outro canal, a série já teria sido cancelada há tempos.

30 Rock só durou o que durou pois deu vários Emmys para a NBC. Parks And Recreation só sobrevive porque ainda conta com a prestigiada Amy Poehler. The Office, porque tinha Steve Carell (e será encerrada nessa temporada). E quanto à Community, que tem baixíssima audiência, mandou embora Dan Harmon e teve a estreia de sua temporada transferida para fevereiro de 2013, estreando antes no Canadá? O que vai segurar?

Jennifer Salke já cantou a bola. Community sai das quintas para as esquecidas noites de sextas-feiras (que já está sendo dominada pelas comédias da ABC – Last Man Standing e Malibu Country). Normalmente, quando uma série é relegada à pior noite da TV norte-americana, é indício claro de cancelamento. Quando sua estreia é adiada, é um indício mais claro ainda. Quando ela vai estrar no país vizinho um mês antes, é sinal do “o último que sair, por favor, apague a luz”. Só que tem um detalhe: a própria NBC é culpada pela sua situação constrangedora nas noites de quinta-feira.

O “comedy block” do canal não funciona mais nesse dia. Não tem como eles competirem mais com as produções da CBS, ABC e Fox. Sem falar que Animal Practice, aquela porcaria de série que a NBC acreditou que teria sucesso, foi para as quintas, e naufragou. A solução? Apesar de não ser pago para isso, sugiro que invista nos reality shows nesse dia. É o único tipo de produção que ainda tem uma chance de tirar audiência da concorrência. Caso contrário, Jennifer Salke vai ter que quebrar (e muito) a cabeça para colocar algo que atraia a audiência.

Bom, espaço na grade ela vai ter: afinal, The Office e 30 Rock chegam ao fim nessa temporada. Mas… e depois? O que o canal do pavão vai fazer?